11:12, sábado , 25 maio 2019
Home / Crime / “Eu não amava minha filha” confessou a mãe que injetava água sanitária em sua bebê

“Eu não amava minha filha” confessou a mãe que injetava água sanitária em sua bebê

Uma mãe confessou que injetou água sanitária e sabão líquido em sua filha por várias vezes desde que a menina tinha apenas 1 mês de vida.

Tudo veio à tona quando a criança já havia completado 18 meses e a mãe confessou tudo para polícia.  O caso aconteceu em Istambul na Turquia. Em seu depoimento a mãe fez uma declaração bombástica:

“Desde que a bebê tinha um mês de vida eu comecei a injetar sabão líquido e água sanitária nos ouvidos, no nariz e umbigo dela até sangrar, eu a levava para o hospital para tratamento, mas assim que voltava para casa, eu continuava com a tortura.

Quando minha filha estava no Hospital, eu também injetava o sabão líquido ou a água sanitária em suas veias quando ninguém estava por perto”.

O depoimento da mãe deixou até os policiais chocados, e a mãe só foi presa depois da terceira internação de sua filha. O pai da menina foi quem a levou pela primeira vez, ao perceber que os ouvidos da criança estavam sangrando.

Mas o médico não conseguiu identificar o que a criança tinha e deu alta para ela, a menina voltou para casa e a mãe continuou com a tortura

Veja Também!

Itapecuru: Mães que abandonaram filhos choram durante entrevista

As mães Maria Francisca das Chagas Araújo, de 29 anos, e Márcia Maria Almeida Rodrigues, …

error: Content is protected !!